Resenha: O Mundo das Trevas (Reimpressão)

Adquiri o livro O Mundo das Trevas, da Devir Livraria, licenciado pela White Wolf, e vou falar um pouco do RPG em si e do livro propriamente dito.

MdT Reimpressão.
MdT Reimpressão.

Todos nós já tivemos um dia, ou uma noite dessas, a impressão de que há algo de errado com o mundo, de que nem tudo é o que parece ser. Somos espertos demais para acreditar em magia, criaturas sobrenaturais e superstições primitivas. Mas à noite, quando as sombras se alongam e o vento ulula, estremecemos e lembramos que talvez nossos ancestrais tivessem bons motivos para temer as trevas.

Descrição na contracapa do livro.

Storytelling é um sistema de RPG que enfatiza mais a interpretação de personagens em detrimento de jogadas de dados, possibilitando um desenvolvimento incrível de suas habilidades narrativas e de interpretação. A mecânica consiste no uso de dados de 10 faces e sua matemática é simples e intuitiva.

O cenário é o prato principal e ele supõe que seres sobrenaturais, como vampiros, lobisomens, magos e fantasmas, vivem escondidos entre os humanos, que os usam como peões em uma intrincada guerra de poder político e social. Quando vou explicar o Mundo das Trevas, exemplifico-o como uma mistura de Matrix e Blade, sem as apelações tecnológicas.

Coparativo de capas: o antigo é o da esquerda.
Coparativo de capas: o antigo é o da esquerda.

Em relação à edição anterior (3ª edição), chamada de Storyteller, o sistema evoluiu muito, gerando uma maneira mais consistente e genérica em lidar com jogadas de dados e testes matemáticos. Com um padrão fixo, o trabalho de gerenciar os testes gira apenas em torno das consequências de sua falha ou fracasso e à aplicação das habilidades dos personagens de uma maneira narrativa e verossímil.

A primeira edição do livro, lançada em 2007, não condizia graficamente com a versão estadunidense, e continha alguns erros que prejudicavam a mecânica e o desenvolvimento do jogo. Nesta reimpressão, com uma nova capa, diagramação mais consistente e a correção dos erros tanto mecânicos como gramaticais, o torna, tecnicamente, um dos melhores livros de RPG  do mercado brasileiro.

Ilustrações dão o clima.
Ilustrações dão o clima do cenário.

As ilustrações são muito bonitas e bem colocadas e, aliadas com os textos, conseguem transmitir muito bem a sensação de horror do cenário. A capa tem um tratamento especial, com sua maior parte fosca e o logotipo do sistema com um verniz brilhante. O preço estimado está na média de livros de RPG com capa dura (R$ 55,00) e vale muito a pena sua aquisição.

Contracapa.
Contracapa.
Anúncios

2 comentários sobre “Resenha: O Mundo das Trevas (Reimpressão)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s